fbpx

Presidentes da Frepem e do Sescon-SP avaliam ações em prol do empreendedorismo e perspectivas para o próximo ano

image_pdfimage_print

 

 

Na manhã desta quarta-feira, 16 de dezembro, o presidente da Frente Parlamentar do Empreendedorismo da ALESP, deputado Itamar Borges, reuniu-se com o presidente do Sindicato das Empresas Contábeis, Reynaldo Lima Jr, para fazer um balanço das ações realizadas neste ano e avaliar as expectativas para 2021.

 

Foram analisados os principais pleitos, ações e conquistas de 2020. Destacaram-se as iniciativas para a gestão da crise gerada pela Covid-19. SP já perdeu quase 45 mil pessoas, milhares de empresas e empregos. Salvar vidas e empregos é um desafio de todos.

 

Outras pautas também foram defendidas no período, por exemplo: a formulação e discussão de propostas de reforma tributária, simplificação e redução da carga tributária; funcionamento dos postos da JUCESP; programa de crédito com a DesenvolveSP, programa de compras governamentais com SEBRAE-SP, implantação dos programas de educação empreendedora; publicação do guia do candidato empreendedor pelo Sebrae-SP; manutenção do orçamento para Universidades – USP, UNESP, UNICAMP e Fapesp; além do fortalecimento das relações institucionais da Frepem e seus parceiros.

 

“A pauta da Frente Parlamentar é ampla e dinâmica, e nossa união e força contribuíram para amenizar as graves dificuldades nesse período de crise. Várias medidas foram tomadas para enfrentamento da pandemia, e junto com elas vários pleitos das entidades empresariais foram atendidos, por exemplo: ampliação prazos; parcelamento das dívidas do Simples; flexibilização e suspensão de contratos de trabalho, auxílio emergencial; Pronampe, FAMPE- Sebrae/Caixa e outras medidas”, resumiu o deputado Itamar Borges, ao reafirmar a disposição de apoio à causa do empreendedorismo, e se colocar sempre à disposição dos empreendedores paulistas para interlocução com a Assembleia Legislativa e com o Governo do Estado.

 

Reynaldo Lima avaliou que “a união das instituições e parlamentares contribuiu para fortalecer os pleitos, dar agilidade às soluções e enfrentar situações novas, causadas pela pandemia. Precisamos avançar, há muitas demandas e uma delas é garantir o Simples, e o tratamento diferenciado às Micro e Pequenas Empresa, quando for votada a Reforma Tributária, no Congresso Nacional”, alertou o presidente do Sescon-SP.

 

Também participaram da reunião o gerente jurídico do Sescon-SP, Marcos Kazuo, e o consultor da FREPEM, Silverio Crestana.

Compartilhar