fbpx

Plano de apoio econômico a setores mais afetados na pandemia é anunciado em SP

image_pdfimage_print

 

 

 

Nesta quarta-feira, 17 de março o deputado Itamar Borges, esteve em reunião no Palácio dos Bandeirantes com os lideres do Governo, após a reunião o parlamentar seguiu para a coletiva de imprensa do Governo do Estado, onde foram anunciadas boas notícias para os setores mais afetados na pandemia.

 

“Sou presidente da Frente Parlamentar do Agronegócio na Alesp, e junto com outros colegas deputados temos buscado apoio junto ao governador João Doria, o vice- governador Rodrigo Garcia e o secretário de Agricultura e Abastecimento, Gustavo Junqueira para a redução das alíquotas nos produtos do setor. Dentre os pleitos que foram solicitados inclui a nova medida anunciada pelo governo nesta tarde, zerar o imposto para o leite pasteurizado e reduzir o ICMS da carne em todo o estado, de 13,3% para 7%. A medida deverá impactar no preço da carne bovina, carne suína e carne de frango e beneficiará principalmente pequenos e médios açougues em todo o território paulista” disse o deputado Itamar Borges.

 

Além disso, O governo anunciou também o acréscimo de mais R$ 100 milhões em crédito aos microempresários dos setores da economia mais afetados pela pandemia. Do montante, R$ 50 milhões serão disponibilizados, principalmente, para bares e restaurantes O crédito será oferecido a juros baixos e carência estendida através do banco Desenvolve São Paulo.

 

Os outros R$ 50 milhões estão destinados aos setores de beleza, comércio, academias e eventos, principalmente para os micro e pequenos empreendedores dessas áreas, e a disponibilização desse crédito será feita através do Banco do Povo do Governo do Estado.

 

“Como também presidente da Frente Parlamentar do Empreendedorismo e Guerra Fiscal e da Comissão de Atividades Econômica na Alesp, tenho acompanhado de perto e pleiteado ao governo medidas que ajudem os nossos pequenos e micro empreendedores que tem sofrido muito com as fases restritivas” destaca Itamar.

 

A terceira medida anunciada pelo Governo de São Paulo é a extensão da suspensão, até 30 de abril, de todo e qualquer corte de fornecimento de gás canalizado e água, fornecidos por autarquias estaduais, para os setores de comércio e serviços no Estado. Inicialmente, a medida valeria até 30 de março, mas foi estendida por 30 dias.

 

Os proprietários de estabelecimentos que não conseguiram pagar as suas contas nesse período, devido aos impactos da pandemia do novo coronavírus, não terão seus nomes negativados e as dívidas poderão ser renegociadas para o pagamento em até 12 parcelas, sem aplicação de nenhuma multa ou juros.

 

Vacina

 

Na oportunidade o governador João Doria anunciou também a antecipação, para esta sexta-feira (19), o início da vacinação contra COVID-19 para idosos com idade entre 72 e 74 anos. Dados do Plano Estadual de Imunização (PEI) indicam um total de novas 730 mil pessoas aptas a receberem a primeira dose no Estado de São Paulo.

 

Hoje também o Instituto Butantan liberou mais 2 milhões de doses de vacina, totalizando, só nesta semana, a liberação de 5,3 milhões de doses da vacina contra o coronavírus ao PNI (Programa Nacional de Imunizações) do Ministério da Saúde.

 

“Essa também é uma grande noticia. Parabéns ao Instituto Butantan, ao governo de São Paulo, e quero lembrar aqui também do empenho do vice-governador Rodrigo Garcia, à equipe da Secretaria da Saúde, aos deputados da Alesp e a todos que estão na luta para que todos sejamos vacinados, a vacina hoje é esperança do Brasil.

 

 

Compartilhar