fbpx

Itamar participa com governador Alckmin no Palácio dos Bandeirantes da assinatura de convênio do Parque Tecnológico de Rio Preto

O deputado estadual Itamar Borges (PMDB) acompanhou hoje, 29/12, o Governador de São Paulo Geraldo Alckmin, na assinatura de recursos no valor de R$ 7,2 milhões para a construção do Parque Tecnológico de São José do Rio Preto (ParTec Rio Preto), que será usado para a construção de uma incubadora de empresas de base tecnológica, de um Centro Empresarial e da sede administrativa do Parque Tecnológico.

Juntamente ao Governador Geraldo Alckmin, estiveram presentes também; o Secretário de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia – Paulo Barbosa, Secretário de Planejamento e Desenvolvimento Regional – Julio Semeghini, Prefeito de São José do Rio Preto – Valdomiro Lopes e os deputados estaduais Itamar Borges e Orlando Bolçone. Assinaram também o convênio as cidades de Sorocaba, Botucatu e Piracicaba.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, o Parque Tecnológico de São José do Rio Preto será implantado em uma área municipal com mais de 845 mil m², localizada nas proximidades da Rodovia Washington Luiz (SP-310). O futuro empreendimento será voltado à pesquisa e ao desenvolvimento de produtos e processos nas áreas de saúde, instrumentação, química, informática e agronegócio.

Segundo a Secretaria, o local terá todo o suporte necessário para a instalação de micro e pequenas empresas inovadoras. As obras terão início em 2012 com previsão de término em 2014.

“O Parque Tecnológico de Rio Preto será uma referência principalmente por desenvolver produtos e serviços na área da saúde, pois Rio Preto já é referência nesse setor. Com a construção do Parque, será possível desenvolver aqui tecnologia de ponta criando e estimulando a geração de emprego e renda para todos”, diz Itamar Borges.

O projeto pretende abrigar ainda uma estação experimental e um distrito industrial para empresas com perfil tecnológico, além de unidades de ensino superior, como o Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (Ibilce) da Universidade Estadual Paulista (Unesp), a Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp) e a Faculdade Estadual de Tecnologia (Fatec).

Para Itamar que é Coordenador das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos na Assembleia agregar as unidades de ensino superior juntamente ao parque faz com que alunos e empresas possam trocar experiências de forma onde todos tendem a ganhar. “A exemplo do que acontece com a faculdade de medicina de Rio Preto, a FAMERP e o HB (Hospital de Base), onde alunos aplicam conhecimentos teóricos e recebem de volta o conhecimento prático, o Parque Tecnológico fará esse intercâmbio de conhecimento que dá muito certo”, finaliza Itamar.

O projeto do ParTec Rio Preto faz parte do Sistema Paulista de Parques Tecnológicos (SPTec), criado pelo Governo do Estado de São Paulo para dar apoio e suporte a essas iniciativas, com o objetivo de atrair investimentos e gerar novas empresas intensivas em conhecimento ou de base tecnológica.

Assessoria de Imprensa

Compartilhar