fbpx

Frente Parlamentar do Agronegócio Paulista tem audiência com secretário da Agricultura, Gustavo Junqueira

image_pdfimage_print

 

Presidida pelo deputado Itamar Borges, a Frente Parlamentar do Agronegócio Paulista (SP-AGRO) nasce com o objetivo de promover o desenvolvimento sustentável do agronegócio paulista, a livre iniciativa, a facilitação do ambiente de negócios e investimentos, assim como lutar pela melhora contínua das condições de segurança no campo e da conectividade e acesso à tecnologia por parte das populações rurais.

 

Nesta segunda-feira, 17 de junho, o secretário de Estado de Agricultura e Abastecimento, Gustavo Junqueira, recebeu o deputado Itamar, juntamente com o vice-presidente da SP-AGRO, deputado Fernando Cury, e mais de 20 representantes de entidades que compõem a Frente, para apresentar a composição, pauta de trabalho, ações e pleitos.

 

“A Frente nasceu com o objetivo de debater os principais temas de interesse do setor e contribuir para o desenvolvimento sustentável do agronegócio paulista, que vai desde agricultura do campo, passando pela pesquisa, agroindústria, licenciamento e consumidor. Além de gerar emprego e renda, o agronegócio se destaca não apenas pelo volume, qualidade e diversidade de produção e exportação, mas também pela sustentabilidade e inovação. Quando a agricultura cresce, outros setores produtivos importantes também avançam. Nossa intenção é unir forças para que o setor tenha a atenção que merece e seja reconhecido por tudo o que representa”, disse o deputado Itamar ao falar sobre a criação da SP-AGRO destacar o apoio do secretário Gustavo Junqueira.

 

Durante a reunião, o parlamentar também reforçou o pedido do grupo de suspensão dos efeitos do Decreto que revoga o direito a crédito em operações com insumos agropecuários isentos de ICMS, em vigor desde 1º de maio. Entre os setores afetados estão os fabricantes de rações e suplementos para alimentação animal, produtores de grãos, abatedores de aves/suínos, produtores de ovos férteis, fabricantes de adubos e fertilizantes, herbicidas, vacinas, medicamentos, entre outros produtos usados pelo setor agropecuário.

 

Itamar Borges lembrou que o setor representa 20% do PIB do Brasil. Em relação à economia paulista, o agronegócio é responsável pela geração de 15% dos empregos formais. Além disso, São Paulo é líder mundial na produção de açúcar e suco de laranja, mas também é destaque quando o assunto é carne, café, etanol e milho. “Investir no agro é pensar no desenvolvimento do nosso País”, completou, ao entregar o folder com a apresentação da Frente do Agro, que conta com a participação de 70 deputados, entre membros e apoiadores, e com o apoio institucional e técnico de instituições que representam os diferentes elos produtivos do agronegócio.

 

Compartilhar