fbpx

Em Bauru, Deputado Itamar Borges participa do Café com Política do Jornal da Cidade e encontra lideranças do agronegócio

Nesta quinta-feira, 9 de agosto, o deputado estadual Itamar Borges (MDB), esteve na sede do Jornal da Cidade, em Bauru, onde participou do tradicional “Café com Política”, foi entrevistado, e se reuniu com empresários do agronegócio, pecuaristas, ruralistas, representantes de associações e sindicatos, líderes da cidade e da região.

 

Na oportunidade, Itamar Borges, que é presidente da Comissão de Agricultura (CAE) da Assembleia Legislativa, falou sobre seu trabalho em prol do agronegócio e sobre os projetos de leis que estão tramitando na Alesp e impactam diretamente a atividade e o setor.

 

“O Brasil é um país agro. Com protagonismo e liderança, o setor vem garantindo posição de destaque no cenário mundial e é o grande impulsionador do PIB nacional”, disse.

 

Sobre o Projeto de Lei 31/2018, que busca proibir o embarque de animais vivos no Estado de São Paulo com a finalidade de abate para o consumo, e pode prejudicar a pecuária, o parlamentar afirmou que continuará defendendo a continuidade da exportação e a emenda feita ao PL 31, que tem como o objetivo de ampliar as garantias do bem-estar animal, sem proibir a atividade econômica.

 

“Se esse projeto vier a ser aprovado, é um crime contra o setor do agronegócio. Defendo a causa animal, o bem-estar animal e essa emenda garante isso, sem proibir uma atividade econômica que gera mais de 17 mil empregos no Estado de São Paulo”, afirmou. “A exportação é uma importante alternativa que gera emprego e renda”, completou o deputado, ao destacar o importante trabalho realizado na Alesp pela da Associação Brasileira dos Exportadores de Animais Vivos (Abreav), por meio de seu presidente Ricardo Pereira Barbosa, bem como das demais entidades do setor do agronegócio.

 

Itamar Borges também falou da importância das reuniões que têm participado para regulamentar o projeto de lei que proíbe a caça como medida de controle do javali, para que retome o controle anterior desse animal que causa riscos ao setor agropecuário.

 

“Está em risco toda a produção de carnes, de grãos, de cana de açúcar. Lutamos para corrigir esse crime cometido com a aprovação da lei que proíbe a caça como medida de controle do javali”, afirmou o deputado Itamar.

 

Depois de um trabalho integrado das secretarias de agricultura e meio ambiente, com a participação do secretário Jardim, o deputado Itamar e representantes do setor, foi publicado hoje um novo decreto regulamentando o controle do javali.  

 

A Resolução conjunta das Secretarias de Agricultura e Abastecimento e de Meio Ambiente 01/2018, foi publicada hoje no Diário Oficial do Estado e estabelece procedimentos para o controle populacional, manejo ou erradicação da espécie exótica invasora javali-europeu, de nome científico Sus scrofa, em todas as suas formas, linhagens, raças e diferentes graus de cruzamento com o porco doméstico, doravante denominados “javalis”.

 

Assessoria de Imprensa